Dra Fernanda Philippi | Sinusectomia Florianópolis | Cirurgia da Sinusite
Profissional especializado em Sinusectomia Florianópolis. A sinusectomia é um procedimento cirúrgico indicado para pacientes portadores de sinusites de repetição, sinusites crônicas, polipose nasal e alguns casos de tumores nasais.
15485
page-template-default,page,page-id-15485,page-child,parent-pageid-15311,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive
 

Sinusectomia
(Cirurgia da Sinusite)

Sinusectomia – Cirurgia da Sinusite – Dra. Fernanda Philippi
Cirurgia nasal – Sinusectomia – Dra. Fernanda Philippi

A sinusectomia é um procedimento cirúrgico indicado para pacientes portadores de sinusites de repetição, sinusites crônicas, polipose nasal e alguns casos de tumores nasais. É realizada quando há pouco ou nenhum resultado com o tratamento clínico/medicamentoso.

 

O objetivo desta cirurgia funcional é a abertura, drenagem e aeração dos seios paranasais, buscando restabelecer função e permitindo com isso melhor acesso de medicamentos tópicos no pós-operatório.

 

Na presença de pólipos ou tumores nasais, as lesões são ressecadas cirurgicamente e enviadas para análise anatomopatológica.

 

Como é realizada a sinusectomia?

 

A cirurgia de sinusectomia é realizada pelo sistema de videoendoscopia, com aquisição de imagens do nariz em alta resolução (HD). Por este sistema é possível executar uma cirurgia de alta precisão, com pinças e microdebridadores específicos, com grande controle de sangramento (hemostasia), evitando-se muitas vezes o uso de tampões nasais no pós-operatório.

 

Os seios da face que podem ser abordados por esta técnica são: maxilares, etmoide, frontais e esfenoidal. O quadro clínico e o exame tomográfico determinam quais seios da face necessitam ser abordados; o estudo das particularidades anatômicas, com auxílio da tomografia, auxilia na escolha da técnica cirúrgica mais indicada.

 

O uso de endoscópios nasais com várias angulações (0, 30, 45 e 70 graus) permite uma visualização e instrumentação excelente dos seios da face. Os endoscópios são instrumentos metálicos muito finos, com fibras ópticas em seu interior, e são introduzidos através das narinas e fossas nasais para acesso de várias estruturas (septo nasal, conchas nasais e os diversos seios).

 

A sinusectomia pode ser raramente indicada no tratamento da rinossinusite aguda em casos de complicações, orbitárias ou intracranianas.

 

O período de pós-operatório desta cirurgia exige afastamento das atividades laborais por um período de aproximadamente 10 a 14 dias. A dor no pós operatório costuma ser leve e facilmente controlada com analgésicos comuns. Uma rotina de lavagens nasais com soro fisiológico e outros medicamentos normalmente é instituída já no dia seguinte ao procedimento, sendo esta rotina variável entre os cirurgiões.  As lavagens nasais visam facilitar remoção de crostas e muco estagnado, permitindo uma melhora na respiração.

 

Retornos ao consultório médico nas primeiras semanas de pós-operatório são importantes para que o cirurgião avalie o processo de cicatrização, modifique a rotina de limpeza nasal se necessário e até mesmo realize alguma aspiração, limpeza ou debridamentos das cavidades nasais.

WhatsApp
Enviar